Logo

Agência Sergipe
de Notícias

Notícia

Turismo em Sergipe: o que explorar

No dia do Guia de Turismo, profissionais sergipanos dão dicas e falam do seu amor pelo estado
10 de Maio de 2019 | 11:29

Trabalhar viajando pode ser o desejo de muitas pessoas. O profissional que atua no turismo, além de guiar as pessoas, tem a missão de realizar o sonho de viajantes que buscam explorar uma diversidade de lugares. Por isso, a importância de comemorar o dia do guia do turismo, celebrado nesta sexta-feira (10).

Em Sergipe, há 265 profissionais desta área cadastrados no Sindicato dos Guias de Turismo (SINGTUR), destes, cerca de 150 vivem da atividade, como é o caso da servidora pública aposentada e guia há 18 anos, Noélia Moura, que vive sua paixão e passa para ela também para a família. “Quase todos seguiram meus passos na profissão: esposo, filho, cunhada, irmão e sobrinho. Ser guia é trabalhar com amor. É mostrar as belezas que temos, e realizar sonhos de turistas que chegam ao nosso estado. Todo meu trabalho é feito com muito carinho. É uma profissão na qual me orgulho e realizo, principalmente por ser guia na cidade em que nasci”, declara.

Um de seus filhos, Werllen Moura, é formado em educação física, mas atua há 10 anos na profissão de guia. Para ele, seguir esta área em Sergipe, é ter a honra de ser um porta-voz e mostrar todo o potencial turístico do estado. “É vestir literalmente a camisa, fazer o turista chegar com uma concepção e sair com outra completamente diferente. Sem dúvida, minha maior motivação para me tornar um guia partiu da minha mãe. Certa vez fui acompanhá-la num city tour, e percebi que era aquilo que queria para minha vida", conta.  

O guia de turismo há 14 anos, Erivaldo Vieira, também é apaixonado pela profissão. Ele destaca que para ser guia em Sergipe é preciso ter um diferencial: fazer o visitante que aqui chega, enxergar o que os olhos, por si só, não vêem. “Além de ser um profundo conhecedor da história de Sergipe, o profissional deve saber lidar com as palavras no momento certo e entender os diferentes perfis do público que está atendendo, para não acabar falando assuntos que não sejam do interesse daquelas pessoas", afirma.

Explore Sergipe
Para os guias, Sergipe possui um forte potencial turístico, com paisagens naturais que atraem a atenção não só dos sergipanos, como dos turistas. Werllen aproveita para falar o que, para ele, deve ser explorado no estado. “O turista não pode deixar de visitar os Mercados, no centro da capital, por toda sua mistura de sabores, aromas e artesanato. O Museu da Gente Sergipana, completamente interativo e gratuito, bem como o Largo, também são parada obrigatória”, frisa. O Largo da Gente Sergipana é o mais novo ponto turístico de Aracaju. Localizado em frente ao museu de mesmo nome, o local foi inaugurado em março de 2018 pelo Governo do Estado, e retrata manifestações culturais tipicamente sergipanas. 

Para Werllen, o Canyon de Xingó também deve estar no roteiro. “Além disso, destaco por fim, a Crôa do Goré, onde em um só passeio, o turista contempla manguezais preservados, banho em águas calmas e um contato com a natureza fascinante, especialmente com o goré, habitante do lugar. Esses pontos merecem destaque em Sergipe”, opina.

Da Grôa é possível ainda ir até a Ilha de Mem de Sá, por meio dos atracadouros construídos e inaugurados recentemente pelo governo do estado, e que viabilizam a ligação entre o povoado Caibrós e à ilha, através do Rio Vaza Barris. Lá, foram investidos R$ 2.536.010,55, por meio do Programa de Desenvolvimento do Turismo em Sergipe (Prodetur/Setur). “É um atrativo que em pouco mais de três meses já tem entrado nas listas de pesquisas daqueles que vem ao estado, e acredito que em breve estará também nos roteiros dos nossos guias”, lembra o secretário de estado do turismo, Manelito Franco Neto. 

De acordo com a presidente do SINGTUR, Érica Ribeiro, Sergipe possui um potencial incrível. Segundo ela, todo turista que hoje vem ao estado passa por uma enquete a fim de saber como escolheu o destino. “Temos belezas naturais muito importantes e muito divulgadas em novelas, como é o caso do nosso carro chefe, que são os Cânions de Xingó, além da Foz do Rio São Francisco e Mangue Seco, que é um destino de fronteira. Acredito que o turismo como todo é uma atividade que vem crescendo, gerando renda e emprego”, completa.

Para Érica, outro ponto interessante no turismo sergipano é a força que o estado tem com os festejos juninos, mesmo que muitas vezes seja um turismo com pessoas do próprio estado. “Tivemos a confirmação da montagem do Arraiá do Povo a partir do dia 20. É um evento muito esperado, e nós trabalhamos excursões e roteiros para o período”, completa. O Arraiá do Povo 2019 acontecerá de 20 a 30 de junho na praça de eventos da Orla de Atalaia, atraindo sergipanos e turistas que já conhecem a tradição e a tranquilidade da festa promovida pela administração estadual.

  • Medium 7e90514cbca66644d760666dd3c320cc
  • Medium a6d186771396b64e9a98202030b97702
  • Medium 3967d948a8d8199330c275ea201836cf
  • Medium ccaf5f5e3228536352ec84faacc8a1ca
  • Medium 366f42f6625406e325c02900791ea1aa
Medium 7e90514cbca66644d760666dd3c320ccMedium a6d186771396b64e9a98202030b97702Medium 3967d948a8d8199330c275ea201836cfMedium ccaf5f5e3228536352ec84faacc8a1caMedium 366f42f6625406e325c02900791ea1aa