Logo

Agência Sergipe
de Notícias

Notícia

Sergipe recebe Missão do BID para visitas técnicas

Dando continuidade ao acompanhamento dos trabalhos do Prodetur/SE, técnicos do banco estiveram em Aracaju, nas cidades históricas, no litoral Sul e em Canindé de São Francisco
07 de Dezembro de 2015 | 14:42

Uma equipe técnica do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), acompanhada por técnicos da Unidade de Coordenação de Projetos (UCP) do Prodetur/SE, da Secretaria de Estado do Turismo e do Esporte (Setesp), esteve em Sergipe no decorrer da última semana para visitas técnicas às diversas regiões em que estão sendo realizadas obras e ações estruturantes para o turismo. As visitas já estavam previstas na matriz do programa, que prevê investimentos de US$ 100 milhões até 2018, sendo US$ 60 milhões do BID e US$ 40 milhões, em regime de contrapartida já assegurada, do Governo do Estado.

Acompanhados pelos técnicos da Setesp, Cristiane Fernandes Santos (coordenadora geral da UCP/SE), Límila Barbosa (coordenadora técnica), Karen Andrade (consultora técnica ambiental) e Rafael Corona (coordenador operacional), os funcionários do BID, John Horton (especialista em recursos naturais), Juliana Bettini (especialista em turismo) e André Porto (consultor de projetos) visitaram locais onde o turismo tem experimentado forte crescimento e que, portanto, vão receber investimentos prioritários e estruturantes.

De acordo com esse critério foram feitas visitas técnicas aos seguintes locais: São Cristóvão; Laranjeiras (cidades históricas); praia da Caueira (Itaporanga d’Ajuda); Povoado Crasto (Santa Luzia do Itanhy); Terra Caída e Pontal (Indiaroba); Povoado Curralinho (Poço Redondo); Canindé de São Francisco; e a Orla Pôr do Sol (Aracaju).

Nesses locais o Governo do Estado vai investir recursos do Prodetur para melhoria da infraestrutura, observando os quesitos reurbanização, restauração e construção. Exemplo foi à visita dos técnicos do BID aos museus das cidades de Laranjeiras e São Cristóvão, com grande patrimônio histórico, de onde saíram convencidos sobre a necessidade e a importância de restauração dos sítios históricos.

Já nas regiões da Orla Pôr do Sol (Aracaju), povoado Castro (Santa Luzia do Itanhy), povoados Terra Caída e Pontal, ambos em Indiaroba e povoado Curralinho, em Poço Redondo, as intervenções estruturantes terão como foco a reurbanização, iluminação, reformas e construções de atracadouros e complexo de orla. Na praia da Caueira, em Itaporanga d’Ajuda, serão realizadas obras de contenção para evitar a expansão da erosão provocada pelo comportamento das marés que atinge o calçadão e os equipamentos existentes, além da reurbanização e reconstrução do espaço.

Em Canindé de São Francisco os investimentos do Governo do Estado, através do Prodetur, já começaram a ser realizados como os relativos às obras de construção da orla e do sistema de esgotamento sanitário iniciadas em outubro último, com o valor aproximado de R$ 6 milhões, devendo estar concluídas nos próximos 10 meses (outubro de 2016).

“O programa pensa sempre em todos os aspectos dessas ações de estruturação para o turismo, desde o social, o econômico e o ambiental. Os trabalhos têm como base uma coerência estratégica para que tudo seja desenvolvido de forma correta. Por tanto, não são apenas investimentos. Mas, também, educação ambiental, capacitação e mapeamento de áreas turísticas necessárias ao desenvolvimento do turismo como atividade sustentável”, disse a coordenadora Geral do Prodetur Sergipe, Cristiana Fernandes Santos.

O secretário de Estado do Turismo e do Esporte, Adilson Júnior, reafirmou que esse é um grande momento do turismo sergipano. “O governador Jackson  Barreto tem levado a todo o estado, com recursos do Prodetur, obras estruturantes para o crescimento dessa atividade que gera emprego e renda de maneira ordenada e em curto espaço de tempo. São essas obras e as visões social, de capacitação de mão de obra e ambiental, que garantem o fomento e a sustentabilidade do turismo não só nas regiões já contempladas, mas em todo o Estado de Sergipe. Há a preocupação em fazer com que se tenha uma excelente infraestrutura para atender ao turista levando-se em conta que os grandes beneficiários das ações do Prodetur vão ser os sergipanos, de maneira perene”.

 

  • Medium b05cd28fb5a52ef224fdc25d94e06d60
  • Medium 2023bb0a7616088ab9d08557bdeb207f
  • Medium 3078ef0115fa1efa1f035203b402d361
Medium b05cd28fb5a52ef224fdc25d94e06d60Medium 2023bb0a7616088ab9d08557bdeb207fMedium 3078ef0115fa1efa1f035203b402d361