Logo

Agência Sergipe
de Notícias

Notícia

Segue aberto o credenciamento de profissionais para atuar nas Carretas da Saúde do Homem e da Mulher

O profissional que se interessar em trabalhar nas Carretas Itinerantes e que esteja dentro dos perfis especificados no Edital, pode fazer esse credenciamento em qualquer tempo
09 de Abril de 2019 | 09:58

As inscrições para o credenciamento de profissionais de saúde para atuar nas ações das Carretas Itinerantes da Saúde da Mulher e do Homem, por meio do Edital de Credenciamento 01/2019, seguem abertas. O processo, realizado pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), através da Fundação Estadual de Saúde (Funesa), por meio da Coordenação de Promoção e Prevenção à Saúde (Copps) busca credenciar profissionais, principalmente nas especialidades médicas de Cardiologia, Clínica Geral, Urologia, Ginecologia, Mastologia, Dermatologia e Ultrassonografia –, além de enfermeiro(a), técnico(a) em enfermagem e técnico(a) em laboratório.

Para realizar as inscrições, os interessados devem preencher os requisitos por meio dos arquivos Anexo I e Anexo II, de acordo com as exigências do edital. O credenciamento visa atender ao serviço “Saúde Já: Carreta Itinerante da Saúde do Homem e da Mulher”.De acordo com a coordenadora de Promoção e Prevenção à Saúde da Funesa, Sandra Ribeiro, as inscrições estão com uma adesão positiva no que diz respeito ao perfil de enfermagem.

“No edital há todas as informações, de remuneração à atividades a serem desenvolvidas. Os profissionais ligam bastante e pedem informações e esclarecimentos, principalmente no tocante à escala de trabalho, pois muitos têm vínculos e querem participar do projeto. A nossa menor procura tem sido os perfis de especialidades médicas, mas temos divulgado, acreditando que esse quadro mudará”, ressalta.

O credenciamento vale por tempo indeterminado. O profissional que se interessar em trabalhar nas Carretas Itinerantes e que esteja dentro dos perfis especificados no Edital, pode fazer esse credenciamento em qualquer tempo. O trabalho será em regime de rodízio. O profissional que atuar agora, em um determinado número de ações especificadas no edital, pode voltar a trabalhar em outro momento. A Funesa realiza avaliação e seleção dos currículos enviados e, o que estiver dentro do que preconiza o Edital, já fará parte do cadastro. 

Daniele Travassos, diretora operacional da Funesa, observa que a Secretaria de Estado da Saúde, juntamente com a Funesa, está em fase de planejamento dessa ação, para que, em breve, haja uma previsão de início do serviço. “A expectativa é que esses profissionais se credenciem para que possamos contemplar os cidadãos sergipanos com todos os serviços que a carreta pode ofertar”, contextualiza.

 

  • Medium d2b46ad25ff865a77b4a1073d0c073f9
Medium d2b46ad25ff865a77b4a1073d0c073f9