Logo

Agência Sergipe
de Notícias

Notícia

Com mais de 4 mil atendimentos no fim de semana, Hospitais Regionais comprovam eficiência e resolutividade

Foram 4.453 atendimentos registrados nas unidades entre os dias 05 e 07 de abril
08 de Abril de 2019 | 16:19

Nos fins de semanas é comum o aumento nas demandas dos cinco Hospitais Regionais geridos pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), assim como no Hospital Universitário Monsenhor João Batista de Carvalho Daltro, em Lagarto. Porém, nas últimas semanas, o fluxo tem quase que dobrado, foram 4.453 atendimentos registrados nas unidades entre os dias 05 e 07 de abril. Destes, muitos foram casos de baixa complexidade, que poderiam ser atendidos na Atenção Básica, o que evitaria a superlotação dos Regionais, cuja prioridade são as demandas de média e alta complexidade.

O Hospital Regional de Nossa Senhora do Socorro, por exemplo, atendeu 828 pacientes, quando a sua média é de 600. Os atendimentos foram distribuídos nas seguintes especialidades médicas: 608 Clínica Médica, 152 Pediatria e 68 Obstetrícia. Dos pacientes atendidos no Pronto Socorro, dois ficaram internados e os demais liberados para casa, após receber atendimento médico adequado. Os demais pacientes permaneceram no hospital, mesmo os casos graves, comprovando a qualidade dos serviços prestados à população. Todas as gestantes que procuraram a Maternidade de Nossa Senhora do Socorro foram devidamente atendidas pela equipe de obstetrícia.

Com um atendimento médio de 300 pacientes, o Hospital Regional de Estância precisou absorver a demanda da Atenção Básica e contabilizou 459 atendimentos. Foram 256 atendimentos clínicos, 76 cirúrgicos e 127 pediátricos. Com a grande demanda, toda a equipe da unidade atuou de forma integrada e humanizada aos pacientes.

O Hospital Regional de Propriá também registrou superlotação e demonstrou o empenho da gestão e dos profissionais que atuam na unidade. Foram 879 atendimentos, assim distribuídos: 502 clínica médica, 218 clínica pediátrica, 52 clínica cirúrgica e 60 clínica ortopédica. O que chamou a atenção foi a quantidade de partos, ocorreram 47 somente no fim de semana e 12 acidentes de moto.

O Hospital Regional de Itabaiana mais uma vez bateu recorde e acolheu 1.004 pacientes com 564 acolhimentos, 80 na ortopedia, 126 na sutura, além de 34 consultas ambulatoriais. O que chamou a atenção foi o significante aumento dos atendimentos pediátricos, 202, motivados pela mudança de estação, que propicia o aumento de circulação das arbovirores.

Os atendimentos assistenciais realizados no Hospital Universitário de Lagarto (HUL-UFS) Monsenhor João Batista de Carvalho Daltro contabilizou 525 pacientes. Para se ter uma ideia, destes, 414 foram atendimentos sem urgência e emergência: contabilizando a classificação de risco da seguinte forma: 373 classificadas como Verde (pouco urgente), 41 classificadas como Azul / Branco (não urgente), 17 classificadas como Laranja (muito urgente), 91 classificadas como Amarelo (urgente) e três classificadas como Vermelho (emergência).

A unidade de Nossa Senhora da Glória, que possui uma média de 500 atendimentos, recebeu 756 pessoas somente neste fim de semana, cerca de 150 pessoas a mais do que a média. Na unidade foram 524 atendimentos na clínica médica, 177 na pediatra, 28 na sala de sutura, 18 avaliações da obstetrícia, nove partos e duas curetagens.

  • Medium 03d5789ec6c6d3edcb6d5129a45280b0
Medium 03d5789ec6c6d3edcb6d5129a45280b0