Logo

Agência Sergipe
de Notícias

Notícia

Violência Obstétrica é debatida em roda de conversa com mulheres do Bugio

Principais tipos de violência e direitos da mulher parturiente foram abordados em ação da campanha “Todxs por Todas”
13 de Março de 2019 | 12:19

A violência obstétrica é um tema ainda pouco abordado, mas que acontece com muitas mulheres. De forma leve e descontraída, uma roda de conversa sobre “Saúde da Mulher e Violência Obstétrica” debateu o assunto no Espaço Cuidar do Bugio, na terça-feira (12). Mães, avós e bisavós do grupo Caminhando com a Melhor Idade compartilharam experiências e aprenderam sobre direitos da mulher durante o parto. A ação fez parte da programação da campanha “Todxs por Todas”, promovida pelo governo do Estado, que ocorrerá durante todo o mês de março. 

Facilitada pela gerente de articulação de rede, Aline Soares, do departamento de Direitos Humanos da Secretaria de Estado da Inclusão, Assistência Social e do Trabalho (Seit), a roda de conversa elucidou os principais tipos de violência contra a mulher cometidas desde a gestação até o puerpério. “Essas mulheres relataram aqui práticas que acontecem com frequência durante os partos e que podem ocasionar traumas difíceis de sanar. Dentre as violências obstétricas mais recorrentes estão a episiotomia (corte na área entre vagina e ânus) sem o conhecimento da mulher, a Manobra de Kristeller (pressionar a barriga para forçar a saída do bebê), os exames de toque incessantes, alguns dizeres depravados relacionando o momento de concepção da gravidez e as dores do parto, entre outras violências físicas e psicológicas”, afirmou Aline.

Para a dona de casa Lucélia Santos Sá, 60 anos, a roda de conversa supreendeu, por conectar as experiências de tantas mulheres. “Esse debate foi ótimo, muito esclarecedor, pois essa violência acontece muito. No meu primeiro parto, me ‘cortaram toda’, o médico subiu na minha barriga, mas ainda assim o bebê não conseguiu sair, então tive que passar por cesariana. Foi horrível, fiquei muito assustada. Agora vou prestar atenção às minhas filhas e netas, para acompanha-las e não deixar que elas também passem por isso. Só temos a agradecer ao Espaço Cuidar por sempre trazer experiências tão boas para a gente, é um espaço muito importante para a comunidade”, disse Dona Lucélia.

Entre os principais direitos da mulher parturiente estão a Lei do Acompanhante (Lei Federal nº 11.108, de 07 de abril de 2005), que determina que o Sistema Único de Saúde (SUS) é obrigado a permitir à gestante o direito a acompanhante durante todo o período de trabalho de parto, parto e pós-parto, podendo ser o pai de bebê ou qualquer outra pessoa de sua escolha. Além disso, a legislação brasileira obriga o SUS a oferecer condições para a realização de partos humanizados. “Se estes direitos não forem respeitados, vocês devem entrar em contato com a Ouvidoria da Secretaria de Estado da Saúde através do telefone 155, e com a Ouvidoria do Ministério da Saúde através do telefone 136”, informou a facilitadora da Roda de Conversa.

A coordenadora geral dos Espaços Cuidar, Avanize Santos, destaca a importância de levar à temática para as comunidades. “É uma oportunidade ímpar para estas pessoas poderem trocar experiências e, ao mesmo tempo, receber informação e conhecimento. Aqui é um espaço de interação e inclusão para a criança, o idoso e também toda a família. O nosso objetivo é fazer com que o trabalho do governo chegue até a comunidade, portanto estamos aqui para orientar, fazer uma escuta, dar um abraço, um riso, para efetivamente sermos um espaço de inclusão para todos”, falou Avaníze.

A Roda de Conversa foi finalizada ainda mais leve do que começou, com a divertida sessão de Yoga do Riso. Também chamada de risoterapia ou terapia do riso, a prática conduz ao ato de rir independente de motivo, a partir da combinação de exercícios de respiração utilizados no yoga tradicional e exercícios lúdicos, que levam ao riso. A técnica se baseia em estudos que comprovam que o corpo não consegue diferenciar gargalhadas falsas e reais, e acaba produzindo os mesmos benefícios para o corpo e mente.

A programação da campanha “Todxs por Todas” continua na tarde desta quarta-feira (13), com mais uma roda de conversa - esta sobre o tema “Mulheres no Mundo do Trabalho” - no Centro de Referência em Atendimento à Mulher (CREAM) da Barra dos Coqueiros.

  • Medium bdf9474fe17795633f0c024328105d79
  • Medium e1cd83249ba53c627009f09858394413
  • Medium 749dd388ac82425b01216207f1de8965
  • Medium 3bf573c9da5f47862facbc5842f7c6f5
  • Medium 97ab6d210027f64b58a69b8a607f3ce9
  • Medium 65f66e5430c775735dff955b4a34fb64
  • Medium efd91c476e0b1658f97599fbdeadd277
  • Medium fcc471680011dc5ac4b81379d2053d1a
  • Medium 0c33ebdd3a3bcfd380a9a5d8a9149924
  • Medium 0d3251894d2756385f413829a564d6e3
  • Medium 531ca004ac94d5a1448ca425c5ac177d
  • Medium b65d57c8cd55222544793785615bebfc
  • Medium a0a6800de3c3970d30dcc7f2be420fd6
  • Medium fc8a1af794405c855526b22a0c1f3de5
  • Medium 42918e71567d8fc0d11950bb933bb1d7
  • Medium fce485a5dc2ee561581c84bc8f33b9fb
  • Medium 3d6c3ed1c576e954f404334f799d7d97
  • Medium e833ffd2fbe839ccb95f991ec64e43f5
  • Medium 810c340d740255435fdd99bf4d1a4d6c
  • Medium e77e7edef277bc4f75bddc900e706b2d
  • Medium b428c130a7565567adecd0ce26993c2a
  • Medium 8a3c2733b6702b476e3348cea5913f4c
  • Medium 4912b4825b431210c9e95ae254fc0552
Medium bdf9474fe17795633f0c024328105d79Medium e1cd83249ba53c627009f09858394413Medium 749dd388ac82425b01216207f1de8965Medium 3bf573c9da5f47862facbc5842f7c6f5Medium 97ab6d210027f64b58a69b8a607f3ce9Medium 65f66e5430c775735dff955b4a34fb64Medium efd91c476e0b1658f97599fbdeadd277Medium fcc471680011dc5ac4b81379d2053d1aMedium 0c33ebdd3a3bcfd380a9a5d8a9149924Medium 0d3251894d2756385f413829a564d6e3Medium 531ca004ac94d5a1448ca425c5ac177dMedium b65d57c8cd55222544793785615bebfcMedium a0a6800de3c3970d30dcc7f2be420fd6Medium fc8a1af794405c855526b22a0c1f3de5Medium 42918e71567d8fc0d11950bb933bb1d7Medium fce485a5dc2ee561581c84bc8f33b9fbMedium 3d6c3ed1c576e954f404334f799d7d97Medium e833ffd2fbe839ccb95f991ec64e43f5Medium 810c340d740255435fdd99bf4d1a4d6cMedium e77e7edef277bc4f75bddc900e706b2dMedium b428c130a7565567adecd0ce26993c2aMedium 8a3c2733b6702b476e3348cea5913f4cMedium 4912b4825b431210c9e95ae254fc0552