Logo

Agência Sergipe
de Notícias

Notícia

Projeto Somos chega ao terceiro ano com entrega de tablets em escolas do Baixo São Francisco

Projeto Somos acontece em regime de colaboração firmado entre o Estado e oito municípios do território sergipano Baixo São Francisco, utilizando-se de tecnologias resultantes da pesquisa da neurociência para fazer com que os alunos aprendam as competências necessárias que devem aprender nos anos iniciais do ensino fundamental
08 de Abril de 2019 | 10:16

O Projeto Somos chega, em 2019, ao terceiro ano de sua execução com a conclusão da entrega dos tablets educacionais que servem de acesso à plataforma Synapse, tecnologia social utilizada como base do projeto. Lançado pelo governo de Sergipe em agosto de 2016, o Somos é uma estratégia que visa contribuir para a melhoria da qualidade do ensino e da aprendizagem de português e matemática dos alunos dos primeiros anos do Ensino Fundamental de escolas públicas. Em continuidade à programação de entrega deste ano, iniciada em março, nesta sexta-feira (05), os equipamentos chegaram para as nove unidades escolares beneficiadas em Propriá, duas escolas de Cedro e outras duas de Telha. A entrega é referente ao terceiro lote anual de tablets educacionais às escolas contempladas pelo projeto.

Desenvolvido pela Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura (Seduc), em parceria com o Instituto de Pesquisas em Tecnologia e Inovação (IPTI), o Projeto Somos acontece em regime de colaboração firmado entre o Estado e oito municípios do território sergipano Baixo São Francisco, utilizando-se de tecnologias resultantes da pesquisa da neurociência para fazer com que os alunos aprendam as competências necessárias que devem aprender nos anos iniciais do ensino fundamental. Além dos tablets, cuja entregas têm sido feitas de forma gradativa – em 2017, foi feita para os alunos do 1º ano, em 2018 para os do 2º ano e 2019 encerra com os do 3º ano - o ‘Somos’ distribui às escolas contempladas pelo projeto cadernos de aprendizagem para os alunos e capacita os professores para utilizarem nas aulas os programas da plataforma Synapse. 

Após assinar o termo de comodato e receber os equipamentos das mãos do coordenador do IPTI, Antony Passos, o gestor da Escola Municipal de Ensino Fundamental Monsenhor Afonso Chaves (Propriá), Erionaldo Gomes, afirmou que o Projeto Somos tem fortalecido a aprendizagem dos estudantes da escola contemplados por esta iniciativa do governo estadual. “Tão importante quantos as formações são as capacitações que o IPTI oferta aos nossos professores”, destacou.

Para a professora Diana Maria Souza, gestora da Escola Municipal Ensino Fundamental Leonor Barreto Franco, a capacitação citada por Erinaldo, têm preparado os professores da unidade escolar que gerencia há dois anos. “Com o Projeto Somos nossos alunos têm apresentado mais facilidade de aprender os conteúdos transmitidos em sala de aula. Há uma satisfação no olhar das crianças quando estão estudando com os tablets”, disse.

Ao participar do ato de entrega dos novos equipamentos pedagógicos às escolas da rede pública municipal de Propriá atendidas pelo Projeto Somos, o prefeito do município, Iokanaan Santana, destacou que a parceria firmada com o governo de Sergipe traz um diferemcial à educação na região. "Um importantíssimo passo no sentido de fazer a Educação caminhar acompanhada das novidades tecnológicas”, afirmou, em tom de agradecimento.

Segundo o secretário municipal da Educação de Propriá, Rafael Sandes, os equipamentos recém-recebidos pelas escolas da rede municipal se constituem ferramenta a mais de trabalho no ambiente de aprendizagem dos estudantes. “Sem dúvida, o Somos é um projeto bastante interessante que tem apresentado resultados muito positivos”, ressaltou o gestor.

Somos

O Projeto Somos é resultado de um investimento total de cerca de R$ 9.151.200,00, feito pelo governo de Sergipe nos três anos de sua execução. Para viabilizar a realização do Somos entre os alunos da rede pública, a Fundação de Apoio à Pesquisa e à Inovação Tecnológica do Estado de Sergipe (Fapitec) e a Seduc celebraram, no ato da solenidade de lançamento do Projeto, um Termo de Cooperação no valor de R$ 5.651.200,00.

A tecnologia Synapse é um método de alfabetização que utiliza um caderno pedagógico, um plano de aula, aliados ao uso de tablets educacionais. A metodologia agrega tanto os saberes da sala de aula, como também conhecimentos da neurociência, para melhorar o ensino e a aprendizagem dos alunos.
 

  • Medium 84fcf78b6a13993453a2a1dc8f5de65f
  • Medium 3c3048b4f90c5c4bf8639a3804bd61d8
  • Medium ee593fd3564ba02e43cf97d88b6ad205
  • Medium ac3ae2ca2fc567ec1cc01e09e2ff3200
  • Medium f843ab60570e4145354ca2dbb7c43b5f
  • Medium a7f2fa072648a163bd7d1072dffc1b98
  • Medium a2ae7eacd660f07cfc7797abb8a9ce35
  • Medium a5e4afd3f66340262622f3fb99fe69e8
  • Medium eb1bd89c1f95534a496f603a842e0d23
  • Medium a132e06255b5be8bebaf06371290b1ce
  • Medium 2568134ae74d4cfce53baf250a5f240c
  • Medium 0cc111c49cf3a09299fb72b672f31394
Medium 84fcf78b6a13993453a2a1dc8f5de65fMedium 3c3048b4f90c5c4bf8639a3804bd61d8Medium ee593fd3564ba02e43cf97d88b6ad205Medium ac3ae2ca2fc567ec1cc01e09e2ff3200Medium f843ab60570e4145354ca2dbb7c43b5fMedium a7f2fa072648a163bd7d1072dffc1b98Medium a2ae7eacd660f07cfc7797abb8a9ce35Medium a5e4afd3f66340262622f3fb99fe69e8Medium eb1bd89c1f95534a496f603a842e0d23Medium a132e06255b5be8bebaf06371290b1ceMedium 2568134ae74d4cfce53baf250a5f240cMedium 0cc111c49cf3a09299fb72b672f31394