Logo

Agência Sergipe
de Notícias

Notícia

Governo e Unicef alinham ações de implementação do Programa Sergipe na Idade Certa

Pioneira no Estado, iniciativa será implementada em escolas da rede pública estadual de ensino e deve contemplar, ainda este ano, cerca de 4,5 mil estudantes e quase 800 professores, coordenadores e gestores da Rede Estadual de Ensino
05 de Junho de 2019 | 09:40

Por intermédio da Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura (Seduc), o Governo do Estado avança na construção do Programa Sergipe na Idade Certa, iniciativa desenvolvida em parceria com o Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância) que visa assegurar que os alunos das escolas estaduais aprendam satisfatoriamente e concluam na idade adequada os estudos da educação básica.

Em reunião de trabalho realizada nesta terça-feira (26), o superintendente executivo da Seduc, professor José Ricardo de Santana, e a Oficial de Educação do Unicef para o Brasil, professora Júlia Ribeiro, juntamente com os novos diretores regionais de Educação da Rede Estadual de Ensino, discutiram e alinharam as etapas de implementação do Programa Sergipe na Idade Certa.

O foco central do Programa, explica o professor José Ricardo, é implementar estratégias inovadoras que permitam corrigir a distorção idade-série dos estudantes do ensino fundamental. Para isso, a Seduc aliou ao programa estadual a expertise do Unicef, instituição que desenvolve a iniciativa Trajetórias de Sucesso Escolar, uma estratégia de reversão do fracasso escolar e da distorção idade-série, que valoriza a aprendizagem permanente dos estudantes.

Segundo dados apresentados pela professora Kelly Valença, coordenadora do Serviço de Ensino Fundamental da Seduc – que representou na reunião a diretora do Departamento de Educação -, em seu primeiro ano de implementação, o Programa Sergipe na Idade Certa irá beneficiar cerca de 4.500 estudantes e 775 profissionais, entre professores, coordenadores, técnicos e gestores das Diretorias de Educação e das 54 escolas estaduais que serão contempladas, inicialmente, por esta iniciativa.

De acordo com Júlia Ribeiro, a reunião, além de alinhar as ações de implementação da estratégia Trajetórias de Sucesso, em Sergipe, serviu também para mobilizar os novos diretores regionais de Educação acerca das formações pelas quais passarão os profissionais envolvidos no processo de implementação do Programa Sergipe na Idade Certa.

Ciclo formativo

“A estratégia Trajetórias de Sucesso é de enfrentamento à distorção idade-série. Sergipe possui índices desafiadores de crianças e adolescentes com mais de dois anos de atraso escolar. Como ter um olhar específico para esses alunos, como olhar para um currículo que valorize os conhecimentos que eles possuem e como trazer essas especificidades e dar voz a esses meninos e meninas são alguns dos temas sobre os quais nos detemos. Já tivemos dois encontros formativos – em fevereiro e em março -e em julho teremos o terceiro de um total de nove nos quais discutiremos a implementação de trajetórias de sucesso escolar”, explicou a Oficial de Educação do Unicef para o Brasil.

Diretora do Departamento de Educação da Seduc, a professora Ana Lúcia Muricy ressalta que esse programa de correção de fluxo escolar será implementado em um grupo de 54 escolas-piloto da Rede Estadual de Ensino, para, posteriormente, ser expandido às escolas das redes municipais de ensino. A definição das unidades de ensino se deu a partir da análise do estudo dos fluxos das escolas estaduais, sendo selecionadas as que apresentaram maior matrícula de alunos em defasagem idade-série.

“Em parceria com o Unicef, estamos formatando o Programa, nesse momento, com gestores e coordenadores das escolas estaduais. O programa de correção da distorção idade-série vai apresentar estratégias de ensino criativas e inovadoras que assegurem a aprendizagem dos estudantes e nos permitam atuar em duas frentes ao mesmo tempo: a de correção de fluxo e a de aprendizagem”, destaca a diretora do Departamento de Educação.

Júlia Ribeiro destacou ainda que os trabalhos voltados à implementação dessa estratégia são contínuos e ocorrerão ao longo do ano. “A ideia é que os municípios também se articulem em seus territórios, e que os profissionais da Rede Estadual sejam multiplicadores dessa ação e mobilizem as escolas públicas municipais”, disse.

A estratégia do Unicef Trajetórias de Sucesso Escolar, a qual o governo estadual se aliou, considera que a complexidade do problema do fracasso escolar e da distorção idade-série exige ações integradas em três níveis de gestão: das redes, da escola e da sala de aula. Por isso, apresenta um conjunto de cadernos específicos para cada nível, mas articulados no sentido de permitirem um trabalho integrado e que valorize a aprendizagem permanente dos estudantes.

Para implementação da Trajetórias de Sucesso Escolar em Sergipe, o Unicef conta com a parceria da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), da Comunidade Educativa Cedac e do Instituto Avisa Lá - Formação Continuada de Professores, cujas representantes também participaram dos trabalhos de alinhamentos das etapas de implementação do Programa Sergipe na Idade Certa.  

  • Medium 252bfe4426ba4fc25e5dda20fd0605e5
  • Medium cf10aaf42315764e94c803457d9325da
  • Medium 2888ffb912dc9c6c89708049274f484a
  • Medium d14cd1194569956bd8264b006a7a57e8
  • Medium ffe3c3e74d6a62108f40f8b6a870db87
  • Medium 71f3c3014f380ce964649b4917e78612
  • Medium b347e1324100559d7229c8b50aa2561d
Medium 252bfe4426ba4fc25e5dda20fd0605e5Medium cf10aaf42315764e94c803457d9325daMedium 2888ffb912dc9c6c89708049274f484aMedium d14cd1194569956bd8264b006a7a57e8Medium ffe3c3e74d6a62108f40f8b6a870db87Medium 71f3c3014f380ce964649b4917e78612Medium b347e1324100559d7229c8b50aa2561d