Logo

Agência Sergipe
de Notícias

Notícia

Governo de Sergipe e IPTI entregam 124 tablets às escolas municipais de Aquidabã

Desde o início da parceria, foram mais de 150 escolas atendidas e 330 professores capacitados em todo o estado
18 de Março de 2019 | 10:49

O Governo de Sergipe, por meio da Secretaria de Estado da Educação, da Cultura e do Esporte (Seduc), e o Instituto de Pesquisas em Tecnologia e Inovação (IPTI), em parceria com oito municípios sergipanos, iniciaram a entrega de 124 tablets, desta vez, à rede municipal de ensino de Aquidabã, contemplando 21 escolas das zonas urbana e rural. A entrega dos equipamentos tecnológicos é resultado do Projeto Somos, iniciativa que visa à inserção de práticas tecnologias no ambiente escolar em parceria com os municípios, cujo objetivo é promover melhores condições de ensino e aprendizado para os primeiros anos do ensino fundamental.

A proposta também faz parte da política estadual de educação compartilhada com os municípios, com o intuito de alavancar os índices de desenvolvimento da educação em todo as unidades do estado. A solenidade aconteceu na Câmara dos Vereadores de Aquidabã e contou com a presença de gestores e professores da cidade.

O Projeto Somos tem como público-alvo professores e alunos do ciclo de alfabetização (1º ao 3º ano do ensino fundamental), e foi inicialmente implantado em oito municípios que compõem a região do Baixo São Francisco, sendo resultado de um investimento superior a R$ 9 mi, recursos provenientes do Tesouro Estadual.

Representando o secretário de Estado da Educação, da Cultura e do Esporte, professor Josué Modesto dos Passos Subrinho, a diretora da Regional de Educação 6 (DRE 6), professora Julianne Pereira Bastos, explica que a educação pública só tem a ganhar com essa parceria. “A tecnologia encanta a todos, e quando se trata de um instrumento de aprendizagem, acaba estimulando as habilidades dos alunos que são os principais beneficiados. É um investimento que também traz benefícios aos professores que serão treinados para desenvolver práticas pedagógicas com uso de tecnologias”, ressalta.

Com a entrega dos tablets, o convênio firmado entre o Governo de Sergipe e o IPTI, em parceria com o município, cumpre a primeira etapa do projeto em Aquidabã. A segunda fase contará com a capacitação dos professores para o manuseio dos equipamentos por meio de um plano de aula específico.

Desde o início da parceria, foram mais de 150 escolas atendidas e 330 professores capacitados em todo o estado.

De acordo com o presidente do Instituto de Pesquisas em Tecnologia e Inovação (IPTI), Rodrigo De Maio Almeida, a entrega dos tablets é mais um passo importante nessa parceria. “É um projeto que vem colhendo ótimos frutos desde quando começamos. Nossa meta é que nenhuma criança fique sem se alfabetizar e as alternativas que criamos por meio da plataforma contribuem de forma ágil para o ensino delas”, enfatiza.

Ainda de acordo com o presidente do IPTI, além de estimular a aprendizagem, o uso dos tablets permitirá o acompanhamento do desempenho escolar dos alunos, por meio de software desenvolvido pelo instituto. “É uma ferramenta que ajudará muito os professores; dará um norte sobre as necessidades de cada aluno com a possibilidade de acompanhar cada passo e como ele desenvolve suas competências. É bom deixar claro que a partir de agora o equipamento se torna patrimônio da escola. Então ele pode ser usado para outras atividades internas”, disse Rodrigo.

Inclusão Digital

Para a diretora da EMEF Aldon Figueiredo, em Aquidabã, professora Maria Gisélia dos Santos, a chegada dos tablets vai trazer novas perspectivas de aprendizagem para a unidade ensino. “Acredito muito na criação de novos mecanismos para o fortalecimento da educação. A adesão ao projeto foi de extrema importância porque teremos a possiblidade de trazer essas crianças, que muitas vezes não têm acesso em casa, para esse ambiente mais inclusivo digitalmente”, pontua.

Entusiasmado, o gestor da EMEF José Félix de Sá, localizada no Povoado Moita Redonda, professor Antônio Marcos dos Santos, conta que a escola pública necessita de políticas como essa e elogia a iniciativa. “Estamos felizes pela contemplação no projeto. Tenho certeza de que nossos alunos só têm a ganhar com esses equipamentos. Que permaneça por muitos anos e se estenda para as cidades que ainda não participam”, deseja.

Para o secretário municipal de Educação de Aquidabã, professor Jackson Crisóstomo dos Santos, a chegada dos tablets aproximará mais ainda os alunos dos professores. “Desde as primeiras conversas sobre o projeto, já conseguíamos dimensionar sua relevância. Temos certeza de que será uma inovação na pratica docente em nosso município, buscando sempre melhorar os índices da educação”, comemora.

IPTI

O Instituto de Pesquisas em Tecnologia e Inovação (IPTI) é uma instituição de ciência, tecnologia e inovação, privada, com fins não econômicos, fundada em outubro de 2003, na cidade de São Paulo (SP), com o objetivo de desenvolver soluções integradas entre tecnologia e processos humanos, tendo como áreas prioritárias a educação, saúde pública e economias criativas.

Em dezembro de 2006 o IPTI iniciou diálogos com o Governo de Sergipe, com o intuito de instalar neste Estado um centro de Tecnologias Sociais, associado a uma experiência de promoção de desenvolvimento social e econômico, com base numa integração entre arte, ciência e tecnologia (The Human Project).

Em dezembro de 2009 o IPTI transferiu sua sede para Santa Luzia do Itanhy, município sergipano selecionado para hospedar o The Human Project, e em 29 de abril de 2010 o Governo de Sergipe qualificou o IPTI como Organização Social (OS) estadual (decreto 27.066).

  • Medium 9af6f4fae949c44510f13f7d0eae8e35
  • Medium c7ba0f6052c06c2a9be699a5067bea2f
Medium 9af6f4fae949c44510f13f7d0eae8e35Medium c7ba0f6052c06c2a9be699a5067bea2f