Logo

Agência Sergipe
de Notícias

Notícia

Governo de Sergipe discute oferta de vagas em escolas da rede pública de Estância

Uma nova audiência de trabalho ficou pré-agendada para o próximo dia 20 de dezembro, na Seed, para que seja discutida a devolutiva do mapeamento realizado no município e feito os devidos encaminhamentos
07 de Dezembro de 2018 | 12:26

Tendo o diálogo como ferramenta de gestão, o secretário de Estado da Educação, professor Josué Modesto, recebeu em audiência, nesta quinta-feira, 6, um grupo de professores do Colégio Estadual Senador Walter Franco, localizado no municiípio de Estância. Na pauta do encontro, a implantação do modelo de educação integral para os estudantes do ensino médio da escola e seus impactos na comunidade escolar.

Acompanhados do vice-presidente do Sintese (Sindicato dos Trabalhadores em Educação Básica da Rede Oficial do Estado de Sergipe), Roberto Silva, os docentes discutiram com o gestor da Seed a possibilidade de manutenção de turmas de ensino fundamental e do ensino médio regular em tempo parcial no Colégio Estadual Senador Walter Franco - unidade escolar que aderiu, por decisão colegiada, ao Programa de Fomento à Implementação de Escolas de Tempo Integral, do Ministério da Educação.

De acordo com os termos de adesão ao programa federal, os colégios devem implantar o modelo de ensino médio em tempo integral de forma gradativa, ao passo em que deixa de ofertar o ensino fundamental, passa a ser uma unidade especializada em ensino médio.

Segundo o secretário estadual de Educação, Josué Modesto, a gestão pública precisa dar respostas rápidas às demandas que lhe são impostas. “Assim, prontamente, nos mobilizamos para solucionar o ocorrido no Colégio Walter Franco. Dentro do que está pactuado hoje, a unidade escolar dará continuidade à implantação do modelo, sem que deixemos de atender a nenhum aluno do município”, pontuou Josué Modesto.

Ao lado do diretor regional de Educação da Região Sul (DRE 1), professor Domingos Machado, a diretora do Departamento de Educação da Seed, Ana Lúcia Muricy, explicou aos professores que a política da pasta é não permitir que nenhuma criança e adolescente, em idade escolar, fique fora da sala de aula.

“Por este motivo, iniciamos já nesta sexta-feira, dia 7, por meio de uma comissão técnica, um estudo para mapear, na rede estadual e na rede municipal de Educação de Estância, a capacidade que as escolas da rede pública no município têm de absorção dos alunos que, por algum motivo, procurem o Colégio Walter Franco”, destaca a professora Ana Lúcia.

Uma nova audiência de trabalho ficou pré-agendada para o próximo dia 20 de dezembro, na Seed, para que seja discutida a devolutiva do mapeamento realizado no município e feito os devidos encaminhamentos. 

  • Medium 7201daf7bded1e16137d5e2b036f6eda
  • Medium b74a04feb56baa41f1751d1cd37a28e3
  • Medium 6fe65ae4a3fe78b0f2dd70a4b2dbf0e2
  • Medium 21bd8f87594660639248c57bee2bd34a
Medium 7201daf7bded1e16137d5e2b036f6edaMedium b74a04feb56baa41f1751d1cd37a28e3Medium 6fe65ae4a3fe78b0f2dd70a4b2dbf0e2Medium 21bd8f87594660639248c57bee2bd34a