Logo

Agência Sergipe
de Notícias

Notícia

Mutirão da Saúde da Defensoria Pública acontece neste sábado, 7

Durante o mutirão serão disponibilizados serviços de orientação jurídica e encaminhamentos para resolução administrativa de exames, medicamentos, cirurgias, internamentos, suplementos, entre outros serviços
03 de Abril de 2018 | 16:32

A Defensoria Pública do Estado de Sergipe estará realizando neste sábado (7), das 8h às 14h, no SESI do Conjunto Augusto Franco, em Aracaju,  o mutirão de saúde alusivo ao Dia Mundial de Saúde, uma iniciativa do Núcleo da Saúde e do projeto Defensor Público na sua Comunidade. A ação conta com a parceria da Secretaria Municipal da Saúde e do Serviço Social da Indústria (SESI).

Durante o mutirão serão disponibilizados serviços de orientação jurídica e encaminhamentos para resolução administrativa de exames, medicamentos, cirurgias, internamentos, suplementos, próteses e órteses, além de assistência jurídica em diversas áreas de direito de família e sucessões como pensão alimentícia, divórcio, reconhecimento de paternidade, exame de DNA, inventário, revisão de pensão, regulamentação de visitas, segunda-via de documentos, entre outros. 

Com a parceria da Secretaria Municipal de Saúde, a Defensoria Pública fornecerá ainda aferição de pressão arterial e glicemia, teste rápido de Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST), avaliação antropométrica, atendimento pé diabético, massagem, acupuntura, escovódromo e distribuição de preservativos.

A resolução administrativa das questões de saúde será realizada por meio do Projeto da Câmara de Resolução de Litígios da Defensoria Pública do Estado de Sergipe, que conta com a parceria das Secretarias Municipal e Estadual de Saúde. Só em 2017, foram solucionados extrajudicialmente cerca de 400 procedimentos de saúde. 

“A Câmara de Resolução de Litígios de Saúde da Defensoria Pública do Estado aproxima os atores responsáveis pela prestação dos serviços de saúde e propicia o aperfeiçoamento do Sistema Único de Saúde (SUS) ao identificar suas falhas e possibilitar a correção destas, além de gerar economia aos cofres públicos ao evitar o ajuizamento de demandas judiciais e, eventuais sequestros, proporcionando maior satisfação ao assistido que tem sua demanda de saúde resolvida de forma mais célere”, disse o diretor do Núcleo da Saúde, Saulo Lamartine.
 

  • Medium 5abfa7c8dc2f62b847b1359b911df21b
  • Medium a339097514c90deee716fa3a5268532b
Medium 5abfa7c8dc2f62b847b1359b911df21bMedium a339097514c90deee716fa3a5268532b