Logo

Agência Sergipe
de Notícias

Notícia

Exposição ‘Sergipe Junino’ é lançada no Museu Histórico de Sergipe

Promovida pelo Governo do Estado, através da Funcap, pela Universidade Federal de Sergipe e pela Prefeitura de São Cristóvão, mostra também contou com a apresentação da programação junina do município de São Cristóvão
06 de Junho de 2019 | 08:40

Aconteceu na manhã dessa quarta-feira (05), o lançamento da exposição 'Sergipe Junino', no Museu Histórico de Sergipe em São Cristóvão (SE).  A iniciativa do evento é do Governo do Estado, através da Fundação de Cultura e Arte Aperipê de Sergipe (Funcap), da Universidade Federal de Sergipe e da Prefeitura Municipal de São Cristóvão, que na ocasião apresentou a programação  do 'São João da Tradição'. A programação contará com exposições, apresentações de quadrilhas, grupos folclóricos, apresentações musicais, além do apoio logístico e artístico aos eventos de bairros e povoados sancristovenses.

A presidente da Fundação de Cultura e Arte Aperipê de Sergipe, Conceição Vieira, que estava representando o governador Belivaldo Chagas, destacou o empenho do Governo de Sergipe, mesmo diante de tantas dificuldades e de muito esforço econômico, em realizar o Encontro Nordestino de Cultura 2019. “Apesar do Encontro Nordestino de Cultura - Arraiá do Povo acontecer na capital sergipana, ele se estende por todo o estado. O evento foi lançado desde o último dia 20 de maio em um trabalho forte e integrado, discutindo com a classe empresarial do nosso estado e esse ano homenageará Jackson do Pandeiro. As festividades terão inicio já na próxima semana, nos dias 10 e 11, onde teremos o Fórum Nacional da Música Nordestina, que contará com a presença de biógrafos, companheiros e da filha de Jackson do Pandeiro, que estarão no Teatro Atheneu realizando um debate sobre a vida e obra desse grande artista, para que o povo de Sergipe conheça melhor o nosso homenageado”, afirmou.

Conceição citou ainda o resgate do “Sergipe é o País do Forró”, onde segundo ela, em cada visita aos municípios sergipanos, o governo tem pedido que os mesmos façam a sua festa, mas deixem o selo lá marcado, dizendo: ‘Sergipe é o País do Forró’, "Esse presente que o cantor Rogério nos deixou e tão cedo faleceu tem uma simbologia muito forte e fortalece a nossa identidade. Nós precisamos ser mais aguerridos e mais determinados para nossa história e nossa identidade, deixar muito claro que Sergipe é, dos estados do Brasil, o que tem a maior diversidade cultural, mesmo sendo o menor estado da Federação, e precisamos dar visibilidade a isso. Nós, sendo agentes públicos ou privados, precisamos nos fortalecer, nos empoderrmos e falarmos disso, tendo orgulho dessa diversidade que é o Forró, uma vez que o ritmo tem vários estilos musicais e tem essa representação reduzida”, finalizou.

“Quero agardecer  a presença de Conceição Vieira. Uma amiga e parceria que tem sido porta voz do povo de São Cristóvão. O turismo é essencialmente negócio e quando ele se une ao período junino é ainda mais forte na geração de emprego e de renda. Nossa busca é fazer com que as pessoas vejam São Cristóvão em seu potencial turístico para negócios, gerar emprego e renda. Nossa programação junina preza pelos artistas locais e a tradição dos trios pé de serra”, declarou Marcos Santana, prefeito de São Cristóvão.

Para Mônica Maria Liberato, autora do livro ‘Cantos e Encantos da 4ª cidade mais antiga do Brasil’, que  também foi lançado na evento, falou da felicidade de estar lançando o livro justamente neste evento, durante a abertura dos festejos juninos de São Cristóvão. “Lançar um livro que fala da beleza de São Cristóvão, dentro da abertura dos festejos juninos da cidade é perfeito, porque é uma união muito bem casada, pois o livro é resultado de uma pesquisa de mestrado durante dois anos, onde foi feito uma reunião de tudo que é bonito em São Cristóvão. No livro, o leitor vai encontrar 100 páginas de belezas, tanto de bens culturais e de elementos naturais, como as histórias destas pessoas que fazem parte desse turismo. Então, a data de lançamento não poderia ser outra que não hoje durante esse evento”.

A exposição fica em cartaz até o dia 30 de junho. O Museu Histórico de Sergipe fica localizado na Praça São Francisco, s/n, São Cristóvão (SE).

  • Medium a8d9063946f41e34a6ab550091e6b296
  • Medium f4d0b22067cd72c7d4b3edde99891c2c
  • Medium 8f59ea69dde78ac347a2db46df2af029
  • Medium 1857389659c1ed5ce091c5561aaac71a
  • Medium d43fec6cc23534ef6f15a285b1656648
  • Medium af253d3855323ac045fb819ce04eaa39
  • Medium 33efa7ccbb74b92db178d204ac694495
Medium a8d9063946f41e34a6ab550091e6b296Medium f4d0b22067cd72c7d4b3edde99891c2cMedium 8f59ea69dde78ac347a2db46df2af029Medium 1857389659c1ed5ce091c5561aaac71aMedium d43fec6cc23534ef6f15a285b1656648Medium af253d3855323ac045fb819ce04eaa39Medium 33efa7ccbb74b92db178d204ac694495