Logo

Agência Sergipe
de Notícias

Notícia

SergipeTec atua no apoio a startups

Empresas de base tecnológica podem receber o apoio estrutural do Parque Tecnológico, assim como recursos financeiros, através do Programa Nacional Centelha
12 de Junho de 2019 | 15:08

Criar um ambiente positivo e propício à atração de startups e ao desenvolvimento de empresas de base tecnológica, no Estado de Sergipe. Este é o papel principal do Sergipe Parque Tecnológico (SergipeTec), que contribui para o empreendedorismo e para o desenvolvimento socioeconômico em Sergipe, também entre os jovens empreendedores.

Através do contrato de gestão, o Parque Tecnológico e o Governo do Estado apoiam e fomentam iniciativas ligadas à Ciência, Tecnologia e Inovação, sejam elas empreendedoras, projetos ou eventos. O SergipeTec é uma organização social, sem fins lucrativos, que busca facilitar e fomentar ideias e projetos com potencial empreendedor, tirando do papel e aplicando-os na prática. 

Brenno Barreto, diretor-presidente do SergipeTec, esclarece algumas competências do local. “Transformar ideias em empreendimentos inovadores; desenvolver e expandir o potencial das empresas, por meio de suporte técnico, de infraestrutura e/ou de mentoria, oferecidas pela nossa equipe. Tudo isso é feito por meio de editais de fluxo contínuo para a seleção de empresas de base tecnológicas de pré-incubação, startups, residentes e lotes. Sem contar que os empresários instalados no SergipeTec podem ter redução do ISS, para 2%, mediante solicitação; e isenção do IPTU”, completa.

Estrutura

O Parque possui 120 m² de área disponíveis à sociedade para o desenvolvimento econômico de Sergipe, e trabalha com algumas frentes de atuação específicas como: Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC); Energias Renováveis e Biotecnologia.

Dentro dessas áreas, existem as unidades operacionais e núcleos. A Biofábrica (produção de mudas micropropagadas in vitro de mudas); a Upin (Unidade de Produção de Inimigos Naturais); o Nerees (Núcleo de Energias Renováveis e Eficiência Energética de Sergipe); o Cets (Centro de Pesquisa, Inovação e Difusão em Tecnologias de Sergipe), composto pelo Nutec (Núcleo de Desenvolvimento Tecnológico Regional) e Nuts (Núcleo de Tecnologias em Saúde); além do CVT (Centro Vocacional Tecnológico). 

Programa Centelha

Neste contexto, como incentivador e fomentador de inovações tecnológicas, o SergipeTec está atuando como um dos parceiros do Programa Nacional Centelha, que visa estimular a criação de startups, a partir da geração de novas ideias, disseminando a cultura do empreendedorismo inovador em Sergipe. 

Lançado no início deste mês de junho, o programa terá um investimento total de 1,2 milhão, sendo 900 mil reais provindos da Finep, e 300 mil reais de contrapartida estadual. O edital vai contemplar 23 startups e cada uma receberá um valor de até 53 mil, com prazo para a execução do projeto de 12 meses.

  • Medium 8bde4de1e6b282c5e1f482ad936896ca
Medium 8bde4de1e6b282c5e1f482ad936896ca