Logo

Agência Sergipe
de Notícias

Notícia

Apicultores recebem orientações para regulamentação de agroindústrias de mel

Seagri articula vinda de técnico do Ministério da Agricultura para tratar das adequações necessárias à obtenção do selo de inspeção federal
02 de Abril de 2019 | 08:55

Apicultores de Nossa Senhora da Glória, Porto da Folha e Japaratuba receberam orientações para regulamentar os estabelecimentos agroindustriais de mel, própolis e outros derivados da apicultura. A necessidade de qualificação, inicialmente apresentada pela Secretaria municipal da Agricultura de Nossa Senhora da Glória e, posteriormente, por outros municípios, foi atendida pela Governo do Estado, através da Secretaria de Estado da Agricultura, Desenvolvimento Agrário e da Pesca (Seagri), que intermediou a visita de orientação do médico veterinário Ornã Teles, do Ministério da Agricultura, para prestar os esclarecimentos.

O encontro aconteceu na Associação de Apicultores de Glória, na última semana. Na ocasião, técnicos e apicultores, de forma pedagógica, simularam uma fiscalização, com o objetivo de instruir a readequação da unidade para a obtenção do selo de inspeção federal. Participaram da atividade, também, o chefe do escritório regional da Emdagro [Empresa de Desenvolvimento Agropecuário de Sergipe] no Alto Sertão, Aryosvaldo Ribeiro, e o secretário municipal da Agricultura de Glória, Dijalci Aragão.

O veterinário Ornã Teles explicou que “a estrutura de funcionamento de uma casa de mel ou entreposto de produtos da apicultura pode ser muito simples, mas deve atender a um arranjo produtivo mínimo, com layout adequado para este tipo de unidade produtiva”. Segundo ele, a estrutura da Associação de Apicultores de Glória tem capacidade para beneficiar até 40 toneladas de mel/ano, condição suficiente para receber a produção de toda região Alto Sertão. Atualmente, contudo, está operando com uma produção de seis toneladas por ano, originada dos produtores locais. Com pouco investimento, estará em condições de receber o selo de inspeção federal e ampliar a produção.

O secretário da Agricultura de Nossa Senhora da Glória avaliou positivamente o encontro e acentuou as expectativas. “Achei extremamente positiva a visita de um técnico do Ministério da Agricultura para tirar nossas dúvidas quanto às exigências federais para alcançarmos a aprovação do Sistema de Inspeção Federal (SIF) do mel gloriense e da região”, afirmou Dijalci. 

Ainda de acordo com ele, em Glória, 90% das instalações estão dentro do padrão da inspeção federal.. “O próximo passo é alcançarmos o pouco que falta para a adequação total. Tenho certeza que, com o apoio da Seagri, poderemos ajudar estes apicultores a colocar seus produtos nas prateleiras dos supermercados e na merenda escolar, com preço justo e atendendo às exigências sanitárias”, concluiu o secretário de Agricultura de Glória.

  • Medium 346ce93e2f649156fe00f257233c5634
Medium 346ce93e2f649156fe00f257233c5634